Notícias » Mundo

 

Últimas notícias

  • 10/11 15:04 - Mais de 100 toneladas de lixo são encontradas em penitenciárias de Itamaracá

    Continuar lendo
  • 9/11 21:13 - Mega-Sena especial tem 3 sorteios e prêmio de R$ 55 milhões nesta semana

    Continuar lendo
  • 9/11 21:09 - Campanha contra câncer de próstata do Hospital Português vai atender até 300 homens

    Continuar lendo
  • 9/11 21:08 - Atentado com mulheres-bomba deixa 4 mortos no Camarões

    Continuar lendo
  • 9/11 21:06 - OAB fechará posição sobre apoio ou não ao impeachment no início de dezembro

    Continuar lendo
  • 9/11 21:04 - Relator setorial do Bolsa Família contraria Barros e rejeita corte

    Continuar lendo
  • 9/11 20:59 - UPE começa a divulgar os cartões de inscrição do SSA3

    Continuar lendo
  • 9/11 20:58 - Agência do Trabalho oferece vagas de emprego em Santa Cruz do Capibaribe

    Continuar lendo
  • 9/11 20:57 - Duas mulheres morrem após colisão entre carro e cavalo em Garanhuns

    Continuar lendo
  • 9/11 20:56 - Família diz que menino morreu atropelado por metrô no Recife

    Continuar lendo

Relatório expõe crimes e desvios de comportamento na ONU

Sexta-feira, 30 de Outubro de 2015 às 20:58

Quatro funcionários da ONU foram demitidos por arquivarem pornografia infantil em seus computadores na organização, um quinto, por transportar maconha em um veículo das Nações Unidas, e outro, por ameaçar matar um chefe de missão - relata um relatório obtido pela AFP nesta sexta-feira (30).


O documento divulgado pela ONU apresenta cerca de 60 casos de má conduta, ou de possíveis crimes, cometidos por alguns dos 40 mil funcionários da organização entre junho de 2014 e julho de 2015.

De acordo com relatório, quatro pessoas foram demitidas depois de "arquivarem material pornográfico, incluindo pornografia envolvendo menores, no computador de membros das Nações Unidas" e de terem compartilhado imagens pelo e-mail institucional.

No outro caso relatado, o funcionário transportou, em um veículo da organização, pelo menos 173 kg de maconha.

Outro indivíduo teve seu contrato cancelado depois de, "repetidamente, ameaçar matar, ou sugerir que algum membro da equipe poderia dar um jeito de matar o chefe da missão".

Outros crimes e desvios de comportamento incluem tentar atacar um colega de trabalho com uma faca, roubar US$ 2,2 mil da bagagem de um passageiro de um voo da ONU, ou ainda dirigir um trator para cima do escritório de um supervisor "com o objetivo de danificar o escritório e ferir o supervisor", acrescenta o texto, divulgado pelo subsecretário-geral da ONU para Gestão.

Quatro funcionários sofreram punições disciplinares por roubar combustível, pneus e papel.

Não há detalhes sobre onde os casos relatados aconteceram, nem sobre onde esses funcionários estavam estacionados.

Oito pessoas suspeitas de cometerem crimes foram entregues às autoridades de seus países de origem, mas não há informações sobre se serão, ou se foram processados, e pelo quê.

A conduta dos funcionários da ONU se encontra sob estreita análise, após denúncias de que soldados das missões de paz da organização teriam cometido abuso sexual infantil. O relatório não inclui, porém, qualquer avaliação das tropas que servem à ONU nessas missões.

© Verdade FM
BRLOGIC