Notícias » Política

 

Últimas notícias

  • 10/11 15:04 - Mais de 100 toneladas de lixo são encontradas em penitenciárias de Itamaracá

    Continuar lendo
  • 9/11 21:13 - Mega-Sena especial tem 3 sorteios e prêmio de R$ 55 milhões nesta semana

    Continuar lendo
  • 9/11 21:09 - Campanha contra câncer de próstata do Hospital Português vai atender até 300 homens

    Continuar lendo
  • 9/11 21:08 - Atentado com mulheres-bomba deixa 4 mortos no Camarões

    Continuar lendo
  • 9/11 21:06 - OAB fechará posição sobre apoio ou não ao impeachment no início de dezembro

    Continuar lendo
  • 9/11 21:04 - Relator setorial do Bolsa Família contraria Barros e rejeita corte

    Continuar lendo
  • 9/11 20:59 - UPE começa a divulgar os cartões de inscrição do SSA3

    Continuar lendo
  • 9/11 20:58 - Agência do Trabalho oferece vagas de emprego em Santa Cruz do Capibaribe

    Continuar lendo
  • 9/11 20:57 - Duas mulheres morrem após colisão entre carro e cavalo em Garanhuns

    Continuar lendo
  • 9/11 20:56 - Família diz que menino morreu atropelado por metrô no Recife

    Continuar lendo

Autor de relatório sobre corrupção no atletismo promete revelações bombásticas

Sábado, 7 de Novembro de 2015 às 20:38

O relatório da Agência Mundial Antidoping (WADA) sobre problemas que mancham o atletismo, que será revelado na segunda-feira em Genebra, mostrará um esquema de corrupção "de uma dimensão jamais vista", afirmou neste sábado na BBC, Richard McLaren, um dos autores do documento.

McLaren deixou claro que o relatório "pode mudar para sempre o funcionamento desse esporte".

"Existe um grupo de senhores de idade que colocaram um monte de dinheiro no bolso, por meio de extorsão e propinas, e ainda provocaram mudanças significativas nos resultados e nas classificações das competições internacionais de atletismo", explicou.

 


Desde quarta-feira, o mundo atletismo vive um verdadeiro terremoto, com o indiciamento pela justiça francesa do ex-presidente da Federação Internacional (IAAF), o senegalês Lamine Diack, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

De acordo com o site Mediapart e a revista Lyon Capitale, que tiveram acesso ao relatório, o cartola é acusado, junto com outras três pessoas, de receber dinheiro para acobertar casos de doping de atletas russos.

Diack, de 82 anos, assumiu a presidência da entidade em 1999 e deixou o cargo em agosto, dando lugar ao britânico Sebastian Coe, lenda do meio-fundo.

© Verdade FM
BRLOGIC